segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O tal do amor

O que mais tem nas redes sociais hoje em dia é pessoas reclamando que não encontram alguém. A ânsia de viver um relacionamento que corresponda todas as expectativas é grande e com elas, surgem as frustrações. É aquela sensação de que nunca vai dar certo ou de que ninguém te quer. As oportunidades estão aí, basta prestar atenção.
O amor existe e você vai encontrar o seu quando entrar em sintonia, do tipo de pessoa que você quer se relacionar com o tipo de pessoa que você é. Foque em apenas um único objetivo: ser feliz. Não é focar na pessoa, porque aquela que você acha que é a certa pode não ser. Você pode se auto-sabotar e insistir na ideia de que nunca dá certo.
Tem que saber o que você quer. Quer alguém que expresse muito carinho, que converse sobre a relação ou que queira fazer tudo junto? Está disposto a encarar os desafios da relação? Você realmente merece isso? Porque saiba que se não acreditar que merece tudo o que quer, vai acabar implora

ndo amor, agindo com insegurança e vai se dar mal. É melhor estar preparado para um relacionamento e não ter um, do que entrar em um relacionamento sem estar preparado. Acredite.
Aja e viva de acordo com esses termos e seja paciente. Confie em você e não se precipite em aceitar menos que isso. Mas também não seja arrogante e prepotente a ponto de achar que é melhor que todo mundo. Porque você não é! Apenas sabe o que quer. Existem sim aquela pessoa a qual vale a pena esperar. Você é uma, certo?
Ou você quer aquela pessoa que não quer nada sério. Fica investindo em algo que não vai dar retorno. É melhor estar bem sozinho do que sofrer acompanhado. Não crie expectativa em cima de alguém que nem está criando sentimentos por você. E não adianta querer alguém que não sabe o que quer. Procurar igual desesperado como se o mundo fosse acabar amanhã, só vai complicar a sua missão já complicada.
O que falta é justamente juntar o que se pensa, o que se sente e o que se faz. Não por falta de inteligência, mas por medo de sofrer, de se entregar e de apostar todas as fichas apenas numa possibilidade de ser feliz em um relacionamento. Arrisque! É melhor ter a certeza de que deu errado do que a dúvida de que poderia ter dado certo. Se der certo, ótimo. Se não deu, acredite, tem coisa melhor pra você.